Integradas no Dia Nacional Indignação e Luta Contra a Exploração e o Empobrecimento, jornada de acções de protesto convocadas pela CGTP/IN no dia da aprovação do orçamento de estado, tiveram expressão no Distrito de Aveiro, conferindo visibilidade ao descontentamento generalizado face à política de roubo ao Povo e ao País. 

A jornada iniciou-se de manhã com uma acção de distribuição de documentos da Comissão de Utentes em Defesa do Serviço Nacional de Saúde de Aveiro, que decorreu junto ao Hospital de Aveiro.

Durante a tarde realizou-se um desfile do  Movimentos de Utentes em defesa do Vouguinha e dos Serviços públicos, com início no cais de embarque do Vale do Vouga, continuando pelo átrio da estação e Avenida Dr. Lourenço Peixinho. Esta manifestação integrou-se na concentração junto ao edifício da Segurança Social, seguida de ocupação simbólica do seu átrio interior enquanto, simultaneamente, uma delegação de dirigentes sindicais era recebida pela direcção da instituição. A acção contou com a mobilização da União dos Sindicatos,  e da ABIC - Associação de Bolseiros de Investigação Científica. Participaram cerca de 200 pessoas. No final da acção, Adelino Nunes coordenador da União dos Sindicatos, na sua intervenção, referiu que o distrito de Aveiro testemunha o desemprego, o aumento da pobreza, o encerramento de serviços públicos tornando-se num imperativo nacional a urgência da demissão deste governo e convocação de eleições.

Também em Paços de Brandão, Santa Maria da Feira, se realizou uma acção, promovida pela União dos Sindicatos de Aveiro e do Movimento contra o encerramento do Serviço de Finanças que contou com a participação de 200 pessoas, tendo usado da palavra vários dirigentes.

Para o topo