Nota de Imprensa da Comissão Concelhia da Murtosa do PCP

EM DEFESA DA COLÓNIA DE FÉRIAS DA TORREIRA!

Uma das principais Instituições do Concelho da Murtosa - a Colónia de Férias da Torreira – que tem prestado relevantes serviços e apoios sociais, ao longo dos últimos anos, depois da perda de várias valências, está na iminência de fechar com todas as consequências dramáticas que daí advêm.

Desde logo para todos os utentes, mais de 2.500 crianças, jovens, pessoas com deficiência e idosos, que a ela têm recorrido, sobretudo oriundos do nosso Concelho, com sérios problemas sociais e que se tendem a agravar em resultado das políticas de governos sucessivos potenciadoras do desemprego e da maior precariedade.

Mas os efeitos negativos do eventual encerramento desta Instituição não se cingem unicamente aos próprios utentes. São, da mesma forma, os postos de trabalho permanentes de 40 pessoas que assim serão destruídos, como a ocupação inviabilizada de centenas de monitores temporários, além de todo o pequeno comércio e serviços dependente da Colónia de Férias da Torreira. Acima de tudo, na Murtosa, que tem carência gritante de apoios sociais e culturais para crianças e jovens, em especial no Verão, onde este equipamento promove a inserção dos mesmos de forma positiva nos seus tempos livres, evitando-se assim os conhecidos comportamentos de risco. E que tendem aqui a aumentar como sinaliza a própria Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Município.

A consumar-se, por intervenção do Governo PSD/CDS, o fecho de mais este importante equipamento social, tal como as restantes Colónias de Férias, não sendo caso inédito, só vem confirmar mais uma vez, como temos reiteradamente denunciado, a sua total insensibilidade e uma opção política clara em benefício dos grandes interesses e grupos económicos, em detrimento da maioria da população e das camadas mais desfavorecidas.

Por isso mesmo o PCP, a par da intervenção local em defesa da manutenção da Colónia de Férias da Torreira, não deixará de questionar o Governo Passos / Portas e o Ministério da tutela sobre as suas responsabilidades nesta matéria.

No entanto, independentemente de todas essas diligências, é fundamental, para a continuação desta Instituição e dos serviços que presta, a luta e a unidade em sua defesa, quer dos seus próprios trabalhadores, quer de toda a comunidade local.

É urgente parar este rumo de desastre e empobrecimento. Só uma outra política patriótica e de esquerda, como o PCP defende, verdadeiramente alternativa, o poderá concretizar:

EM DEFESA DA COLÓNIA DE FÉRIAS DA TORREIRA!

Murtosa, 30 de Setembro de 2014

Comissão Concelhia da Murtosa do PCP

Para o topo